segunda-feira, 21 de março de 2016

05 práticas que melhoraram meu relacionamento com Deus


Não sei você, mas durante um tempo da minha vida, especialmente antes da minha conversão, quando eu pensava em Deus me vinha na cabeça uma espécie de arqueiro que praticava tiro ao alvo com pecadores. Na minha concepção, Ele atirava raios no lugar de flechas. É claro que hoje esse pensamento não é mais verdade! Ao ler a Bíblia e me relacionar com Ele descobri alguém muito bom e com muita misericórdia. Deus é muito justo, mas também é alguém perdoador para aqueles que buscam o seu perdão.

Na minha curta caminhada com Ele, descobri práticas que melhoraram minha vida de oração. Algumas delas na Bíblia, lugar excelente para aprender sobre isso, e outras em livros ou testemunho de outras pessoas que buscam ter a oração como estilo de vida. Quero compartilhar algumas delas com você:


#1. Entender que Deus é meu amigo



Se tem alguém que deseja ser nosso amigo esse alguém é Deus. Isso não é de hoje! Já era assim no Jardim do Éden, quando Deus se encontrava com Adão e Eva no cair da tarde, o que para nós hoje seria algo em torno de 18h00 (Gênesis 3:8). Além disso, o próprio Jesus, num bate-papo com seus discípulos, disse que somos seus amigos (João 15:13-15).

Até onde eu sei, amigos compartilham momentos difíceis da vida, mas também o que aconteceu de bom. Nosso grande problema, é querer compartilhar com Deus apenas os nossos problemas e não contar para Ele o que deu certo para nós. Hoje, busco me esforçar para trazer boas notícias para Ele e também conto o que está dando errado para que possa me ajudar. Acredite: Ele deseja participar até dos pequenos detalhes de nossas vidas!

#2. Falar com Deus em qualquer lugar



Deus está em todos os lugares. Esse fato não é apenas conhecido pela maioria das pessoas, está registrado na Palavra de Deus (Salmo 139). O que me leva a pensar que não é só na igreja que Deus vai me ouvir (O que não é desculpa para deixar de ir à casa de Deus!) ou no meu quarto, mas posso falar com Ele na rua, no ônibus, na academia, escola, faculdade, hospital, trabalho, e etc. Se posso encontrar um lugar com uma certa privacidade, posso buscar Deus ali ou, então, orar em pensamento. O importante é entender que Deus não está limitado a um espaço físico.


#3. “Ponha a palavra para trabalhar. ” (Paulo Miller)


Essa dica eu aprendi com a escritor Paul Miller no seu livro “O poder de uma vida de oração – como viver em comunhão com Deus em um mundo caótico. ” (Editora Vida Nova). Em breve, quero deixar uma resenha dele aqui no Blog.

Procuro basear minhas orações em versículos Bíblicos. Deus tem prazer naqueles que obedecem a sua palavra, o que também me faz concluir que Ele tem prazer naqueles que oram a sua palavra. Além disso, a Bíblia nos estimula a lembrar Deus daquilo que Ele mesmo prometeu e dos compromissos ainda não cumpridos (Isaias 62: 6-7).


#4. Ser sincera


Num certo episódio bíblico, relatado em Marcos 5:24-34, uma mulher estava doente há 12 anos. Mesmo depois de muitos tratamentos médicos, somente recebeu a cura após tocar a roupa de Jesus. Naquele dia, uma aglomeração de gente seguia o Mestre, mas ao ser tocado por ela, Ele descobriu que algo diferente tinha acontecido e pediu que a pessoa que o havia tocado se pronunciasse. E ela, temendo e tremendo, contou toda VERDADE. Gente, Jesus é Deus e Filho de Deus! Você acha mesmo que Ele não sabia quem o havia tocado!?

Esse relato me mostra que Deus espera que eu me pronuncie acerca das coisas que ocorrem comigo com sinceridade e transparência, mesmo quando Ele já sabe disso. Que Deus sabe de todas as coisas, nós já sabemos, mas Ele espera que sejamos sinceros. Acredito que Deus prefira ter uma conversa comigo no meu Whatsapp particular do que apenas visualizar as coisas acontecendo na timeline do meu Facebook.

#5. Orar é o meu principal ministério!



Watchman Nee escreveu em um de seus livros que a oração deve ser o principal ministério (trabalho) na vida de um cristão. E para Spurgeon a oração é considerada a maior de todas as obras. Hoje, por causa do que Cristo fez na cruz por nós, sua morte e ressurreição, podemos ter acesso direto a presença de Deus, através do nome de Jesus Cristo.

Sem oração, além de sermos convencidos que qualquer coisa ou lugar é melhor do que a presença de Deus (Rene Terra Nova), também perderemos a oportunidade de recebermos treinamento do próprio Deus para Sua própria Obra. Um dia o Senhor me disse: “Filha, como você espera fazer minha obra sem mim? ”. Sei que estarei fadada ao fracasso ministerial, e em outras áreas da minha vida, senão estiver em constante oração.


Adquirir o estilo de vida de oração pode levar um certo tempo e no começo ser um verdadeiro esforço. Entretanto, com o tempo e prática, vamos aprendendo a orar da maneira que agrada a Deus. Lembre-se sempre: "A oração verdadeira é algo que se aprende. Os discípulos pediram a Jesus: 'Senhor, ensina-nos a orar' (Lucas 11:1)." (Richard J. Foster, no Livro "Celebração da Disciplina"). E, então, Jesus ensinou para eles, e para nós, a oração do “Pai nosso”.

E você? Como tem buscado melhorar seu relacionamento com Deus? Conte-me suas experiências nos comentários! Compartilhe esse texto com alguém que precisa!

Volte sempre! Você será será bem-vindo!

Abraço!