terça-feira, 26 de abril de 2016

05 dicas para vencer a tentação


Na semana passada, no post “Por que se preocupar com a tentação? ”, lemos que a tentação também precisa ser uma preocupação em nossas vidas tão essencial quanto o pecado.

No post de hoje, quero falar sobre 05 dicas que podem nos ajudar a lidar e a vencer a tentação.

Lembrando: são dicas e não regras ou leis! Não estou impondo nada. Apenas compartilhando algumas práticas que tem funcionado para mim.


#1. Entender que Jesus foi tentado, mas não pecou!


Jesus assumiu a forma de homem, mas não cedeu a tentação.

Olha que versículo fantástico: “O nosso Grande Sacerdote não é como aqueles que não são capazes de compreender as nossas fraquezas. Pelo contrário, temos um Grande Sacerdote [Jesus Cristo] que foi tentado do mesmo modo que nós, mas não pecou. ” (Hebreus 4:15, NTLH, grifo nosso).

Entender que alguém que teve a forma humana, foi tentado do mesmo modo que nós, mas não cedeu me ajuda a concluir que, assim como Ele, posso vencer. Jesus morreu para que fossemos mais do que vencedores (Romanos 8:37).

Portanto, nós não vencemos sozinhos, vencemos unicamente por que Cristo já venceu por nós!

#2. Pedir ajuda d’Aquele que nunca pecou


Jesus por ter se feito homem passou pelas mesmas aflições que nós, certo? A Bíblia diz que Ele foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo durante 40 dias (Lucas 4:1-13).

Se Ele foi tentado como nós e não pecou, quem é mais indicado do que Ele para nos ajudar a vencer as tentações? Jesus não pecou para que pudéssemos vencer o pecado através d’Ele.

Então, podemos orar pedindo a Ele a sua ajuda nisso também. Deus fica sempre feliz em nos ajudar, especialmente quando buscamos caminhar em santidade, porque ele é santo, e gosta que imitemos a sua conduta (I Pedro 1:16).

#3. Confessando a tentação


Essa eu aprendi com o Pastor Lucinho Barreto. Em várias ministrações, ouço ele dizendo a frase do Pastor Marcio Valadão: “Quem não confessa tentação, confessa pecado. ”.

Nós, como brasileiros, muitas vezes temos o hábito de apagar incêndio e não fazer a manutenção preventiva.

O que é melhor: dizer a Deus que pecamos ou que estamos sendo tentados? O pecado tem consequências, a tentação não, já que ainda não virou pecado e só é uma possível causa.

Ainda prefiro dizer para Deus que estou sendo tentada do que dizer para Ele que pequei: “Ele está perto de todos os que pedem a sua ajuda, dos que pedem com sinceridade. ” (Salmo 145: 18).

Sugiro realizar essa oração com cautela, pois como disse no outro artigo, o diabo não é nosso amigo. Peça ajuda do Espírito Santo para fazer essa oração.

Eu, Vanessa, costumo orar pedindo a cobertura do sangue de Cristo também sobre essas palavras, pois aquilo que está debaixo do sangue de Jesus não pode ser tocado pelo inimigo de nossas almas, inclusive a nossa vida.

#4. Dê nome a tentação


O Pecado tem nome, sabia? Tentação também! Assim como precisamos dizer a Deus que pecamos fazendo isso ou aquilo, também precisamos dizer ao Senhor em que estamos sendo tentados. Lembre-se do tópico anterior, faça isso com cautela.

Vou dar um exemplo meu: algumas vezes tenho problemas com ansiedade e preocupação excessiva. A Bíblia diz em Filipenses 4:6 que “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ações de graças, apresentem seus pedidos a Deus. ”.

Esse versículo já nos dá a solução para evitarmos isso, basta colocarmos diante de Deus as nossas necessidades e agradecermos a ele por aquilo que pedimos.

Mas se a Bíblia diz que não devemos andar ansiosos e preocupados, significa que se eu ficar ansiosa ou preocupada estou pecando, já que estou fazendo algo contrário a palavra de Deus. E o que é contrário a palavra e a vontade de Deus é pecado.

Portanto, eu, Vanessa, na minha vida, considero pecado ficar ansiosa e preocupada excessivamente, especialmente com aquilo que Deus disse para eu não ficar.

Costumo orar a Deus pedindo que me livre dessa tentação, de andar ansiosa e preocupada. Observei uma melhorar significativa ao pedir isso para Deus e, também, ao lançar minhas ansiedades e preocupações (necessidades) constantemente diante d’Ele.

#5. Não fique moscando...


Sim, não podemos “ficar moscando” perto das coisas nos fazem pecar! Se temos problemas com pornografia, por exemplo, talvez ficar muito tempo sozinho ou sozinha na frente do PC possa não ser uma boa ideia.

Se curtimos assuntos imorais, como piadas sujas, por exemplo, sair da roda de amigos que fazem isso pode ser uma boa pedida.

Não podemos brincar com fogo, uma hora a queimadura acontece.

Dica Bônus: 


Lembre-se sempre: a oração é e continuará sendo uma arma poderosa contra o pecado e a tentação.

Além das dicas anteriores, podemos fazer uso do jejum (isso será tema para outro post), que nos deixará mais sensíveis as questões espirituais e nos ajudará a matar a carne; e manter a palavra de

Deus dentro dos nossos corações.

Concluindo...


Às vezes costumamos dar ao diabo um poder que ele não tem e uma ênfase que ele não merece. No entanto, não podemos subestimar o nosso inimigo e fingir que ele não existe ou que não vai fazer nada, pois “[...] os filhos deste mundo [filhos das trevas, em algumas traduções] são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz." (Lucas 16:8).

No entanto, somos ensinados pela palavra de Deus que Jesus venceu o mundo para que nós também vencêssemos: “Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo. ” (João 16:33, NTLH).

E o que está em nós é muito maior do que o que está no mundo: “Porque o Espírito que está em vocês é mais forte do que o espírito que está naqueles que pertencem ao mundo. ” (1 João 4:4b, NTLH).

Assim sendo, com Deus somos a maioria. Só podemos vencer a tentação quando caminhamos com Deus. Sem Ele, perdemos. Com Ele, vencemos e venceremos. Sozinhos, estamos nadando contra a corrente, mas com Deus somos mais do que vencedores em Cristo Jesus.

E você? Como lida com a tentação? Deixe sua resposta nos comentários.

Gostou do conteúdo? Comenta e compartilha com seus amigos e familiares!