quinta-feira, 23 de junho de 2016

Minhas dicas para ler mais - Parte 2


Na primeira parte desse post, falei que para lermos mais, considerando, entre outros aspectos, a qualidade, que precisamos: respeitar nossos limites e abandonar a preocupação com números, manter a constância na oração e ter foco.


Hoje, darei mais algumas dicas...

#1. Pratique a arte do desapego


Não gente, não é para vender seus livros na OLX... A menos que você queira....

Refiro-me a não ter medo de deixar aquela leitura se for chata, desagradável, maçante e não tiver nada a ver com você.
Por dois motivos simples:

1. Você pode não ter maturidade para realizar aquela leitura. Não estou te chamando de criança, ok? Mas, às vezes, precisamos ter algum conhecimento prévio para ler aquele livro ou de fato não temos experiência suficiente para lidar com aquele assunto.

2. É muito mais difícil ler quando o assunto não nos interessa. A leitura se arrasta demais e fica maçante...

Mas, e aquele livro de leitura obrigatória das escolas, cursos e faculdade? Se não dá para fugir dessas leituras, querido (a) "Segura na mão de Deus e vai ler..."!

Infelizmente, são poucas as situações em que podemos ou conseguimos nos livrar desse tipo de leitura.

Vou falar um pouco sobre algo que talvez possa te ajudar no próximo tópico...

#2. Vá além do livro!



Isso mesmo, atrás de um livro existem muitos outros. Calma! Não é para ler uma pilha de livros sobre aquilo, a menos que você queira...

Mas sugiro fazer uma pesquisa, seja na Internet, seja em outros livros ou, dependendo do assunto, conversar com alguém que você conheça e que domine o assunto.

Principalmente, nas leituras obrigatórias, pois isso pode facilitar o entendimento.

Pode ser legal, por exemplo, fazer algumas investigações básicas sobre o período ou contexto histórico em que a obra foi escrita. Saber um pouco sobre a vida do autor, como formação acadêmica, período em que viveu e etc.

Muitas pessoas tem um pouco de dificuldade de entender alguns textos da Bíblia, por exemplo, porém não buscam associar isso ao contexto histórico em que a passagem se passa.

Fazer uma pesquisa na Internet ou consultar manuais bíblicos e livros especializados no assunto podem melhorar a compreensão daquilo.

Consultar manuais, dicionários, enciclopédias, entre outras coisas, é bacana, porque, geralmente, são separados por tópicos ou assunto, o que facilita mais ainda o entendimento.

#3. Leia ou Assista Resenha Literárias



Essa dica faz parte do tópico anterior, entretanto decidi separar, para facilitar o entendimento.
Sim, ler ou assistir resenhas de livros pode mudar a nossa visão da possibilidade da leitura.

Livros clássicos são bem complicados de serem lidos, no entanto, minha visão mudou um pouco quando comecei a acompanhar um canal de literatura quase especializado nesse tipo de assunto.

Lógico que não leria todos os livros que indicados ali, até mesmo porque tenho minhas preferências pessoais, porém, coloquei na minha lista de leitura para o ano que vem 2 ou 3 livros que indicados no canal.

Sugiro, ainda, caso exista, consultar mais de um canal ou blog literário que esteja resenhando o livro que você deseja ler. Assim, você poderá ter alguns pontos de vistas diferentes. Isso pode te ajudar na escolha.

#4. Tenha Metas!



Se você terminasse de ler um livro hoje, você saberia o que ler amanhã?

Se a sua resposta é “Não! ”, poderia ser uma boa ideia criar uma lista de livros para ler. Sim, é preciso ter metas até para ler!

Você pode usar um caderno, um aplicativo no celular, usar o Excel, o Word ou até mesmo uma rede social para leitores como o Skoob ou Good Reads, entre outras formas.

Quando sabemos o que vamos ler, dificilmente paramos, pois já sabemos o que fazer quando aquele livro que estamos lendo acabar.

#5. Não desgruda do livro: leve um livro sempre com você!



O que você carrega na bolsa ou na mochila? Carteira, celular, necessaire com produtos de maquiagem e / ou higiene?

Seria uma boa ideia colocar um livro também! Nunca sabemos o que vai acontecer! Fila do banco, consultório médico, no ônibus com trânsito lento, viagem de avião, enfim.... São ótimas oportunidades para ler.

É melhor do que ficar reclamando do tamanho da fila, lerdeza no atendimento, do trânsito, e etc....

#6. Leia sobre o que te interessa, te edifica e seja feliz!


Parece clichê, mas sim, precisamos, nas leituras de lazer ou por hábito, ler sobre aquilo que gostamos e nos edificam! Isso é para não enlouquecer, entende?! (Risos). Estou brincando! Isso torna a leitura agradável e aumenta o desejo de ler.

Se você gosta de avião, beleza, moda, crochê, culinária, quadrinhos, romance, ficção, não-ficção, biografias, história, matemática, língua portuguesa (Tem gosto para tudo nessa vida!) .... Busque ler sobre esses assuntos.

Apenas ressalto e reforço, que precisamos tomar um certo cuidado com alguns gêneros de literatura, pois, no lugar de nos edificar, podem acabar fazendo o contrário: desconstroem ou explodem o edifício.

Por isso, é importante ter um bom senso e um pouco de opinião critica na hora de fazer essa seleção. Como eu disse no tópico 2, “Vá além do livro! ”, é importante fazer algumas pesquisas de vez em quando! Para nos ajudar a tomar certas decisões!

Conclusão

É isso aí minha gente! Essas foram as minhas dicas para vocês!

E você? O que acham que pode nos fazer ler mais? Se você tem mais alguma dica que acha que faltou nesse post ou na primeira parte dele, deixa sua resposta no comentário!

E se você gostou desse post, comenta e compartilha com seus amigos, colegas, familiares...

Ah! Você sabia que o Blog Enchendo a Caixa agora tem um canal no YouTube? Quando tiver um tempinho, passa lá para conhecer e se inscrever: Canal Enchendo a Caixa!

Até mais,
Abraço!

Postagens Populares