05 dicas para começar a aprender HTML - De Iniciante para Iniciante

05 dicas para começar a aprender HTML

Talvez, ao ler esse título, você pense: “Mas existe algum mistério em aprender HTML? Faça-me o favor, né Vanessa! ”. Especialmente, se você já trabalhou ou trabalha com desenvolvimento Web há algum tempo.

Mas muitas pessoas não se aventuram ou não se dão bem nessa área, ou em qualquer outra área da vida, porque, talvez, não tenham uma base de conhecimento!

Eu sei que quando se está aprendendo algo, a gente quer ir para o avançado num piscar de olhos! Aconteceu muito isso comigo, especialmente, no começo da faculdade! Só que eu descobri, que muitas vezes, não saber o básico me fazia muita falta.

Enfim, voltando ao assunto desse artigo....

No post de hoje, vamos falar de algumas dicas simples para quem quer começar a aprender pelo HTML, pelo menos o básico, e não sabe por onde começar!

São algumas coisas que aprendi, na minha curta jornada de desenvolvimento web, porque comecei há pouco tempo, e que talvez possam te ajudar também! De iniciante para iniciante! ;-)

#1. Entenda o que é e para que serve!


“Vanessa, você não está falando sério? Isso é mínimo que todo mundo que aprende alguma coisa, precisa saber! ”. Acredite, isso é importante!

Pois, atualmente, para dar aquela embelezada na página HTML se usa uma outra linguagem chamada CSS. Aí, se não codificamos corretamente o HTML, fica difícil deixar a página bem na foto! Os comandos podem não funcionar...

O que é?

HTML é o acrônimo, em inglês, de HyperText Markup Language ou, em português, numa tradução livre, Linguagem de Marcação de Hipertexto.

Uma linguagem permite a comunicação entre as partes. Quando um navegador lê um arquivo HTML, ele entende e interpreta o que foi escrito e exibe no navegador. E se não fizermos um uso correto dessa linguagem, nada funciona corretamente.

O texto é embutido dentro dessas marcações ou tags, permitindo que algo aconteça com aquele texto quando a página for renderizada ou visualizada no navegador.

<p> Minha casa é azul. </p>

O texto “Minha casa é azul. ”, por exemplo, foi colocado dentro na marcação “p”, que significa “paragraph” ou parágrafo. Assim, toda vez que um trecho de um texto estiver entre as tags “p”, receberão formatação padrão do navegador ou poderão ser formatadas usando CSS.

Para que serve?

Sabe aqueles sites que você acessa todo dia? Então, as muitas páginas são compostas por um conjunto de linguagens e uma delas é o HTML.

Se compararmos um site a uma casa, teremos no HTML, todos os componentes que mantém a casa em pé, como os alicerces, os ferros, vigas e tijolos, por exemplo. Em outras palavras, ela serve para estruturar uma página Web.

#2. Recursos necessários para codificar em HTML


O que você precisa para codificar em HTML?

Você não precisará de uma super máquina. Além de um computador, embora hoje já seja possível utilizar codificar páginas web até no celular, você vai precisar de

  • Um editor de texto simples, como o Bloco de Notas do Windows ou gedit no Linux, para escrever o texto e os códigos; e
  • Um navegador Web instalado e funcionando para renderizar o site. Sugiro aqui, o Chrome ou Firefox, pois possui algumas ferramentas legais para desenvolvedores.

Só isso? Sim, só isso!

#3. Conheça os validadores de HTML


O lado negativo de usarmos HTML é que o navegador não vai deixar de executar um código se esquecermos de fechar uma tag, por exemplo.

Para isso existem os validadores de código, que fazem algo muito similar aos verificadores de erros dos compiladores de outras linguagens. Eles mostram onde está e qual é o possível erro que cometemos.

Um muito utilizado é da W3C.

Validador de HTML da W3C


Podemos verificar de três formas:

1. Usando a URL de onde o arquivo está hospedado;
2. Enviando o arquivo para validação; e
3. Copiando e colocando o código na aba apropriada.

Depois disso, as linhas são lidas e os valores retornados.


#4. Atualizando-se sempre! 


As mudanças estão sempre por aí, batendo na nossa porta. Mas na área de TI as coisas acontecem muito mais rápido. Sugiro que você busque as novidades e atualização sempre.

Os navegadores web estão em frequente atualização e em breve muitas tags, que hoje ainda funcionam, poderão não funcionar mais futuramente.

É o caso da tag <center></center>, utilizada para centralizar um objeto. Ainda é aceita por muitos navegadores, porém em pouco tempo pode não ser mais entendida pelo interpretador web e vir a não funcionar mais.

Ela é uma das tags que caiu em desuso e foi retirada da documentação para o HTML5.

HTML5

#5. A documentação pode ser sua melhor amiga!


Toda linguagem, seja de marcação ou não, possui um órgão ou empresa que a regulamenta. No caso do HTML é a W3C. Ali você encontrará toda a informação que precisa com a relação a essa e a outras linguagens, como CSS3, por exemplo.

Organização W3C

O lado ruim é que a documentação está toda em inglês, então você precisa compreender um pouco da língua ou se “jogar” no Google Tradutor.

Ah! E existe também a W3School, onde você pode ver vários exemplos práticos, não só de HTML, mas CSS, JavaScript, jQuery, entre outros.

W3School

Dica Bônus - Pratique

Para aprendermos algo, especialmente em desenvolvimento, precisamos colocar em prática o que aprendemos. Muita coisa só fez sentido para mim quando comecei a praticar.

Muita teoria na cabeça pode nos cansar e a prática pode aliviar essa tensão. Além disso, é fazendo que realmente vamos descobrir o que realmente aprendemos ou não.

Conclusão


Esse texto não busca ensinar, mas sugerir algumas dicas que podem te ajudar na hora de aprender essa linguagem. Espero que esse texto tenha ti ajudado de alguma forma.

O que mais você acha legal e que não entrou nesse post? Coloque nos comentários.

Se você gostou desse post, compartilhe com seus amigos, colegas, familiares e com aqueles que querem começar a aprender essa linguagem.

Até mais, abraço!